Los nuevos Ministros de Dilma

Dic-23-14 - por Murillo de Aragão

 
Distribuição partidária dos novos ministros
 
Dilma Rousseff anunciou 17 novos ministros até agora (13 anunciados ontem mais Joaquim Levy (Sem Partido), Nelson Barbosa (Sem Partido), Alexandre Tombini (Sem Partido) e Armando Monteiro Neto (PTB-PE), que foram confirmados no início desse mês).
 
O PMDB foi contemplado com seis pastas (Agricultura, Portos, Agricultura, Minas e Energia, Turismo e Pesca), e o PT, por enquanto, com apenas uma (Defesa).
 
Outros cinco partidos da base foram contemplados com um ministério: PSD (Cidades), PROS (Educação), PCdoB (Ciência e Tecnologia), PRB (Esportes), e PTB (Desenvolvimento, Indústria e Comércio).
 
Há ainda cinco futuros ministros que não possuem filiação partidária. Esse é caso das pastas da Fazenda, Planejamento, Banco Central, Igualdade Racial e a Controladoria-Geral da União.
 
Faltam ainda 22 ministros a serem indicados pela presidente Dilma.
 
Os 13 novos ministros de Dilma
 
Foram confirmados hoje pela presidente Dilma Rousseff mais 13 ministros que farão parte de seu segundo governo. O PMDB, mais poderoso aliado do Palácio do Planalto no Congresso Nacional, ocupará seis pastas.
 
O senador Eduardo Braga (PMDB-AM) irá para Minas e Energia. O deputado federal Eliseu Padilha (PMDB-RS) ficará com a Secretaria de Aviação Civil.
 
A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) foi contemplada com o Ministério da Agricultura. Helder Barbalho (PMDB-PA) assumirá o Ministério da Pesca.
 
O deputado federal Edinho Araújo (PMDB-SP) ficou com a Secretaria de Portos.
 
E o atual ministro do Turismo, Vinícius Lages (PMDB-AL), permanecerá na pasta que ocupa atualmente.
 
O PT foi contemplado com uma pasta. O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), que encerra seu mandato no dia 31 de dezembro, irá para o Ministério da Defesa.
 
O governador do Ceará, Cid Gomes (PROS), assumirá o Ministério da Educação.
 
Aldo Rebelo (PCdoB-SP), atual ministro do Esporte, assumirá a pasta de Ciência e Tecnologia no segundo governo Dilma. O Esporte ficará com o deputado federal George Hilton (PRB-MG). E O ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD-SP) foi contemplado com o Ministério das Cidades.
 
Também foram anunciados como ministros Nilma Lino Gomes, que será Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, e Valdir Simão, indicado para a Controladoria Geral da União.